Sucesso de provas em Palmas consolida FTTri

Criada em: 30/08/2017 17:10:58

Competições nacionais, estaduais e até seletivas internacionais demonstram a alta complexidade na organização de provas de triathlon, que reúnem três modalidades: natação, ciclismo e corrida. A Federação Tocantinense de Triathlon (FTTri), com apoio dos patrocinadores e colaboradores, vem conseguindo colocar a Capital tocantinense como referência no cenário nacional.

O presidente da FTTri, Sérgio Henrique Moraes Lopes, destaca que o aperfeiçoamento na organização dos eventos foi adquirido com anos de prática, desde o circuito biathlon, ocorrido em 2003, que contou com provas em Peixe, Araguacema, Caseara e Araguanã. “A vinda desses eventos do Sesc, do Ironman, bem como os eventos que já vinham sendo realizados anteriormente, traz essa bagagem de ter hoje a facilidade para fazer os eventos”, pontuou Sérgio Henrique.

Trabalhando nos bastidores, sempre preocupada em manter a ordem das competições, Eliane Rezende falou sobre a organização do evento. “A prova em si, muitos acham que a organização começa agora [nos dias que antecedem a prova], mas há 60 dias começamos o envio dos ofícios para os órgãos responsáveis, como Agência de Trânsito, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, visando a licença das vias”, disse.

Eliane garante que a prioridade é a segurança dos competidores e do público durante as provas. “Todo o trânsito é direcionado. Também é feito todo um trabalho com foco nos atletas. Há vários dias antes da prova repassamos sempre a questão da segurança, como uso de capacete, a questão de não invadir as pistas, tomar cuidado na hora das ultrapassagens”.

Atletas aprovam organização

O grande campeão da Copa Centro Oeste, o goiano João Teixeira Alvares Neto, aprovou a organização e ressaltou que isso é essencial para o bom resultado do atleta. 

Dentro do circuito da prova, foi montado um espaço de recuperação para os atletas, com hidratação, frutas e até massagem. O trabalho das estudantes de fisioterapia foi realizado em parceria com o Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp Ulbra).

 “Para nós é muito importante participar de um evento como esse porque isso acrescenta muito, não só no nosso currículo, mas no nosso dia a dia, na nossa experiência. Atender atletas, tanto de alto nível como amadores é muito interessante porque a gente pode ver de perto o dia a dia do atleta. A dor que ele tem. Essa experiência é muito importante, para que no futuro a gente possa atender bem os nossos atletas”, declarou a estudante Thália Dias.

Assessorias esportivas

A chegada das grandes Assessorias Esportivas ao estado também contribuíram para o fortalecimento do triathlon. “Temos hoje grandes assessorias como do André Vilarinho, professor Marcão, Gustavo Borges, Winners e a vinda também da CBTri, dando os cursos, tem facilitado e melhorado o triathlon no Tocantins, bem como a participação dos atletas em provas fora e vivenciando outras realidades”, reforçou o presidente.

Na questão de estrutura para os eventos, o Tocantins não está atrás de nenhum outro estado. Na última prova, por exemplo, o circuito contou com uma UTI móvel, um médico e um técnico à disposição dos atletas.

Para tornar possível a grande estrutura montada para proporcionar uma competição respeitada, é necessária a ajuda de importantes patrocinadores que acreditam no esporte e já se tornaram parceiros da FTTri: Investco/EDP; CRP Tecnologia patrocinaram a Copa Centro Oeste de Triathlon.

Além dos apoiadores: Intensicare, Angiomed, Ceulp Ulbra, UFT, Grupo Serra Verde, Imprimix, Gelo Palmas, Drone Sky Palmas, Agência Click, ATTM, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil, Batalhão de Trânsito, Yano Clinica de Olhos, Exército Brasileiro, Quartetto Supermercados, Farmácia Artesanal e ER Eventos.

Voltar
Fonte: Gisele Meneses
Compartilhar